30/09/2008

Dia da Secretária

30 de Setembro Dia da Secretária

Uma profissão na qual, mais do que em qualquer outras, se faz
indispensável a aliança do carinho com a firmeza, por parte de quem
exerce, é a de secretária. Ser secretária, hoje, é optar por uma
profissão. É gostar do que faz.

É investir no crescimento e na harmonia pessoal e profissional. É ter
consciência do seu importante papel de agente de mudança e da atuação como
assessora e agente facilitador.

Seu trabalho não se restringe apenas ao relacionamento com as pessoas, vai
muito além, numa busca constante, exigindo de si a quase perfeição. A
simpatia, a dedicação, a paciência, a objetividade, os conhecimentos e a
sensibilidade fazem parte de um todo em que a secretária se enquadra como
profissional eficiente.
Merecidamente, um dia em nosso calendário foi dedicado a esta
profissional, zelosa e dedicada colaboradora.
Parabéns especial a você, secretária, que valoriza cada vez mais sua
profissão, que busca incessantemente seu aperfeiçoamento, que sabe o que
quer e vai em busca do sucesso.

(recebi o texto acima da minha amiga mais recente, Andréia Forim, companheira nessa nova etapa da minha vida profissional)


Almoço das Secretárias da Reitoria no Tulha, hoje

Comício da Vitória

O comício de ontem - último de 2008 - certamente ficará pra História do nosso Partido como um dos momentos mais emocionantes da Campanha Barba Prefeito 2008.
A reta final sempre é mais emocionante, pois é uma mistura de emoções e sentimentos: ansiedade, cansaço, angústia, expectativa, reconhecimento etc.
A presença do Senador Mercadante abrilhantou a festa - o discurso dele, como sempre, foi fantástico.
Tivemos também a divulgação da nova pesquisa Nexus - encomendada pela Bandeirantes. Aparecemos à frente com 32% das intenções de voto (contra 23 e 18% dos outros dois candidatos).
A militância compareceu em peso. A carreata ao entardecer foi muito bonita. Descer a serrinha da Aracy em carreata é sempre muito bonito, mas à noite teve um charme todo especial.
Mas o mais emocionante mesmo foi a grande quantidade de população do bairro.
Dava gosto de ver a atenção que eles prestavam aos discursos.
E como se sentiam contemplados com as falas - muitas vezes em tom de desabafo - do senador, do prefeito, do vice e do Barba...
Mais uma campanha linda que fizemos.
E agora tudo passará tão rapidinho...
Já tá até dando saudade.

29/09/2008

Filme fofo

A minha amiga Gabi - que é o máximo - nesse final de semana me apresentou a um filme que adorei e que gostaria de recomendar pra todo mundo que eu gosto:
O Fabuloso Destino de Amélie Poulain. Eu não sou muito fã do cinema e da música franceses, mas confesso que esse filme foi muito tocante e com uma mensagem muito importante para o momento que estou vivendo.
A história de uma moça que vive se preocupando com os problemas de todo mundo e só não consegue cuidar dos problemas dela própria (qualquer semelhança com "alguém" que eu conheço é mera coincidência hehe).
Um filme muito fofo que vale a pena ser visto - e revisto.
Como diria aquele tosco candidato são-carlense: "agora eu gostei!" rsrs

está tudo bem

Depois de dias tristes hoje posso voltar a sorrir.
Está tudo bem, graças a Deus.
Aquela dor imensa que parecia não ter fim foi substituída por uma alegria pura, por um alívio sincero e por uma sensação quentinha e gostosa que enche meu coração.
Acredito que esses dias de reflexão serão muito importantes para meu crescimento.
Agradeço a Deus por ter me iluminado e a meus amigos que me deram o suporte necessário.
E que venha a semana!

24/09/2008

Primavera Triste

É como bem disse o Zeca Baleiro, lá no Ano 2000:

"tá tudo assim nem sei tá tão estranho
a cor dessa estação é cinza como o céu de estanho"

coração partido


Quando se passa uma noite em claro, chorando, a gente pensa em várias coisas. E várias delas (bem poéticas, até! A dor e a poesia andam sempre de mãos dadas) pensei em escrever aqui...
No entanto acho que o melhor remédio, por enquanto, será valer-me do bom e velho Chico Buarque, que sempre tem uma frase (ou texto inteirinho) pra cada ocasião da nossa vida...





Eu te amo
Tom Jobim - Chico Buarque/1980>

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir
Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir
Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir
Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu
Como, se na desordem do armário embutido
Teu paletó enlaça o meu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu
Como, se nos amamos feito dois pagãos
Meus seios inda estão nas tuas mãos
Me explica com que cara eu vou sair
Não, acho que estás só fazendo de conta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir

23/09/2008

data sugestiva


Faltam apenas 13 diazinhos para que tudo esteja resolvido!!!

essa imagem não vai sair na imprensa!

Já que essa imagem não vai aparecer na imprensa de jeito nenhum (quem dera aparecesse no Jornal Nacional), o jeito é colocar aqui.
Protesto dos Policiais Civis em Greve, em São Paulo hoje

A fonte é o portal do Terra.

Não se fala em outra coisa!

Não se fala em outra coisa: quem assistiu à Propaganda Partidária ontem à noite ficou chocado com a baixaria generalizada que o Sr. Candidato do DEM começou a promover - orquestrado com o colega tucano, obviamente.
Parece que resolveram mostrar a que vieram. Não podemos negar que já esperávamos por isso - até antes! - mas sabe como é: sempre temos esperança de que as pessoas melhorem com o tempo.
No entanto a constatação é que algumas pessoas só conseguem PIORAR com o tempo.
Que tristeza para uma cidade ter cidadãos assim.
De outro lado, nosso candidato - um gentleman! - estava lindo e sorridente na TV, apresentando propostas concretas e jogando limpo.
Vamos aguardar pelo desenrolar dos acontecimentos.

22/09/2008

alento pra alma

Sabe aquela mensagem que chega na sua caixa de email e fica lá, de tocaia, esperando pra ser aberta EXATAMENTE NO MOMENTO EM QUE VOCÊ MAIS PRECISA DELA?
Pois é, hoje tive um exemplar dessas...
No dia de início da Primavera, em que geralmente estou com a alma aberta para todas as cores das flores que virão... E que, excepcionalmente, ao olhar para o pôr do sol mais lindo de que me recordo, senti uma angústia forte me apertar o peito tão profundamente a ponto de quase me prostrar imediatamente... Foi nesse dia que li a mensagem abaixo. E foi nesse dia que ela me fez um bem parecido, imagino, ao de um bálsamo.

Amor não se implora, não se pede não se espera...
Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para
mostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.
Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que
abrem portas para uma vida melhor.
O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,
destrói preconceitos,
cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E, é certo, quem ama é muito amado.
E vive a vida mais alegremente...
(atribuída a "Artur da Távola")


Deus permita que a alegria que eu sinto, vivendo com amor, seja sempre de mim característica e sempre seja compreendida. Que nunca a subestimem... Que não me la roubem e que não me la invejem... Que ela floresça de mim e possa contagiar outras pessoas que passarem por meu caminho. Amém!

a culpa é do LULA!

Queda da desigualdade é a mais duradoura em 30 anos

O grau de desigualdade de renda no Brasil declinou 7% entre 2001 e 2007, passando de 0,593 para 0,552 (quanto mais próximo de zero, menor a desigualdade), segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). O dado usa o coeficiente Gini, indicador adotado internacinalmente.

Segundo análise feita por pesquisadores do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), essa queda acentuada e contínua há seis anos na desigualdade é a mais duradoura já ocorrida nas últimas três décadas. O documento do Instituto mostra que, dos 74 países para os quais há informações sobre a evolução do coeficiente de Gini ao longo da década de 1990, menos de 25% foi capaz de reduzir a desigualdade a uma velocidade superior à alcançada pelo Brasil no período. “Hoje estamos no menor nível histórico de desigualdade”, diz o pesquisador Ricardo Paes de Barros, um dos autores do estudo.

Pobreza – A redução no grau de desigualdade e a elevação da renda dos mais pobres levou também à redução da pobreza e da extrema pobreza. Segundo o Ipea, o declínio na extrema pobreza foi três vezes mais rápido do que o necessário para o país atingir a primeira Meta de Desenvolvimento do Milênio em 2015. “Atualmente, a renda do pobre cresce sete vezes mais rápido ao ano que a do rico”, afirma Paes de Barros.

Para os 10% mais pobres, a taxa anual de crescimento da renda, de 7%, é muito próxima daquela observada para a China toda. Ou seja, é como se os pobres vivessem em um País com crescimento chinês. Já no outro extremo da distribuição, os 10% mais ricos tiveram taxa anual de crescimento da renda de 1% e, para eles, a percepção é de estar vivendo em um país estagnado.

No período de 2003 a 2007, a renda familiar per capita cresceu a uma taxa de 5,4% ao ano (média), sendo maior para os mais pobres (9%) e menor para o mais ricos (4%).

As taxas de redução na pobreza e na extrema pobreza no Brasil foram mais acentuadas do que as observadas em todos os países latino-americanos, ficando atrás apenas do México. De acordo com o Ipea, entre 1990 e 2005 a pobreza na América Latina caiu 8,5 pontos percentuais, já no Brasil a pobreza caiu 10,2 pontos percentuais entre 2002 e 2007. “Ou seja, em termos de redução na pobreza, o Brasil fez em cinco anos mais do que o restante da América Latina levou 15 anos para fazer”, diz o documento.

Mobilidade social – A análise do Ipea, a partir dos dados da Pnad, mostra que 13,8 milhões de pessoas subiram de faixa social entre 2001 e 2007. O estudo dividiu a população em três grupos: no grupo 1 (de menor renda), estão as famílias que têm renda mensal entre R$ 0 a R$ 545,66; no grupo 2 (de renda intermediária), as que recebem entre R$ 545,66 e R$ 1350,82; e no grupo 3 (de maior renda), de R$ 1.350,82 ou mais. O documento mostra que 10,2 milhões de pessoas passaram do grupo 1 para o 2 e outras 3,6 milhões passaram do grupo 2 para o grupo 3.

Nas próximas três semanas o Ipea irá divulgar análises de outros temas da Pnad, entre eles mercado de trabalho, demografia, saneamento básico e habitação, juventude, raça e educação.

Fonte: http://www.brasil.gov.br/noticias/em_questao/.questao/eq703a/

18/09/2008

1 mês depois...

Há exatamente 1 mês eu estava começando uma nova vida no meu emprego novo...
Eu tinha muito medo (e de um monte de coisas)...
Aos poucos o medo vai passando, a gente começa a descobrir várias compensações na vida nova e também sente saudade de coisas que ficaram pra trás.
Mas a gente também sente MUITA saudade de pessoas com quem convivíamos diariamente, ao mesmo tempo em começa a se apegar às novas pessoas com quem se vai conviver daqui pra diante...

Um mês depois já deu pra descobrir:
* O quanto aprendi na temporada que passei na Prefeitura. O quanto me acrescentaram pessoas como o Newton, o João e a Nilsônia a quem sempre irei admirar e a quem nunca poderei agradecer o suficiente;
* Que é possível trabalhar sem stress;
Que stress tem em todo lugar;
* Que nem tudo é tão ruim (nem tão bom) qto a gente pode imaginar (especialmente as mudanças), então a solução é tentar NÃO IMAGINAR muito... Deixa rolar!;
* Que existe gente chata em qualquer lugar;
* Que existe gente legal em qualquer lugar;
* Que ter possibilidade de programar atividades no nosso tempo livre NÃO TEM PREÇO;
* Que existe VIDA depois da Prefeitura;
* Que as coisas nem sempre se definem na velocidade que a gente deseja (e a ansiedade continua!);
* Que na ACADEMIA a preferência é pelos ACADÊMICOS;
* Que é possível trabalhar com silêncio do lado de fora do prédio;
* Que a comunidade acadêmica também tem passarinhos, gatos e outros bichinhos lindos de se ver brincando no gramado;
* Que aquele PÔR DO SOL lindo que eu costumava ver ao ir pra faculdade à noite, agora também é lindo quando estou voltando do trabalho pra casa!
* Que eu vou sobreviver;
* Que eu continuo feliz! (E cheia de planos novos!)

E que venham mais muitos meses de descobertas...

tá chegando!


Faltam apenas 17 dias para o dia mais importante do ano!!!

17/09/2008

Barba e as crianças

No sábado fomos ao comício do Barba lá no Maria Stella Fagá.
Fiquei emocionada ao ouvir o discurso dele - que está cada vez melhor.
Nem parece mais aquele professor com fala de professor: agora ele tá falando como prefeito, mesmo. E isso é de arrepiar.
Havia algumas meninas - adolescentes - com placas fazendo uma espécie de coreografia. Foi bem legal.
Mas o mais emocionante mesmo foi ver que organizaram uma fila de crianças que queriam abraçar e beijar o Barba.
Dá gosto fazer uma campanha assim: com alegria, com sinceridade e com emoção.
Dá gosto ver a população acreditando na continuidade do nosso projeto.

16/09/2008

quem foi que ensinou essa gente a contar?

No último domingo estava eu no conforto de meu lar quando de repente meus ouvidos são perturbados pela carreata do candidato DEM à prefeitura.
Estavam a duas quadras e já dava pra ouvir os brados de "esta é a maior carreata da história de São Carlos". Confesso que esse anúncio chamou minha atenção e resolvi tirar a prova da maneira mais eficaz possível: postei-me na janela da sala (escondida atrá de uma planta pra não ser vista, logicamente) e perdi 10 minutinhos do meu precioso tempo para contar, pessoalmente e um a um, o total de carros da tal carreata gigantesca.
Surpresa: apenas 102 carros (incluindo aí os três caminhões).
Ora, pois.
Não me lembro de ter participado de nenhuma carreata com menos de 200 carros... Então acho que alguém tá precisando ensinar essa gente a contar direito. Ou então ensiná-los a ter vergonha na cara e parar de mentir - mas isso já deve ser uma "missão impossível".
Enfim, cada coisa que a gente é obrigada a presenciar, não?

11/09/2008

sonhar...

"Sonhar é acordar-se pra dentro"
(Mario Quintana)

propaganda

Assistindo à Propaganda Eleitoral Obrigatória ontem à noite, fiquei pensando o quanto os nossos programas são sempre mais bem feitos do que as propagandas dos adversários. Mesmo quando nossa campanha não é a mais rica - exatamente como é o caso agora - é impressionante o "desnível" de qualidade entre a nossa e as dos outros.
Uma pena que quando somos governo não temos essa mesma capacidade de divulgar direito as nossas realizações: muitas de nossas conquistas são percebidas pela população como "obras do acaso". Acho que não valorizamos - midiaticamente falando - nosso trabalho a ponto de propagandeá-lo com eficiência, como fazem os tucanos e como fazemos nós em época de campanha.
Um nó.

09/09/2008

Inteligência

"O teste de uma inteligência de primeiro nível é a capacidade de manter duas idéias opostas na cabeça e, ainda assim, continuar pensando".

(F. Scott Fitzgerald)

08/09/2008

meu noivo

Vou contar pra vocês um pouquinho de quem é meu noivo. (Mas só um pouquinho, pois a pessoa maravilhosa que ele é não caberia num post, por maior que fosse o post!):

O meu amorzão é a pessoa mais maravilhosa do mundo inteiro. O mais fofo, o mais inteligente e aquele com quem me sinto realmente BEM e EM PAZ.

Ele é um homem delicado, gentil e amoroso.

Com uma cara de homem-bravo, mas com um coração enorme de criança generosa.

O meu amor é o homem com quem decidi que quero passar tudo o que ainda me resta de vida...

E hoje, depois de um final de semana lindo na casa dos pais dele - lugar onde me sinto em casa, como se tivesse nascido lá também! - ele me fez uma surpresa maravilhosa: me mandou um lindo arranjo de flores (mini-rosas super delicadas!) no meu trabalho. E com esse gesto ele me deixou sentindo a mais leve, a mais amada e a mais valorizada dentre todas as mulheres.

Obrigada, meu amor, por sempre me fazer sentir uma mulher especial!

Obrigada, meu Deus, por me presentear com um amor tão puro e por uma pessoa tão única como ele é!

01/09/2008